Adeus filha amada…

Quarta-feira, 19 de janeiro de 2011.

Olivia, o adeus mais doloroso da minha vida.

Não sei nem como começar este post.

A dor que sinto, remédio nenhum é capaz de curar.

Sei que estou indo contra tudo que acredito, pois deveria estar consolada e calma na presença do Senhor, mas sinceramente não consigo!

A dor de perder um filho é indescritível. Ainda mais quando ela é tão esperada e amada!

Filha, me perdoe se não fui competente o suficiente para gerar você como deveria, mas eu tentei!

Você me proporcionou as melhores 34 semanas da minha vida, e a graça de ser MÃE mesmo que seja por apenas 30 horas, mas por menor que tenha sido este tempo, fui muito feliz, não só eu, mas seu PAPAI também!

Nós te amamos e te desejamos com todas as nossas forças, e você foi a criança mais amada desse mundo, não só por nós, mas por toda seu familia e amigos que infelizmente você não pode conhecer!

Minha Amada, onde quer que você esteja, cuida da Mamãe e principalmente do seu Papai, que está muito triste! Pede para o Papai do Céu cuidar de nós aqui? Está muito difícil minha filha!

Olívia…

 Antes mesmo de ter um nome

E abrir os seus olhinhos

Ou alguém ver o seu rostinho

Você estava num lugar especial,

Que Deus fez para você

Cercado de amor, de calor.

 Suas mãos eram tão pequeninas,

Seus pezinhos, inseguros ainda

Mas no peito o seu coraçãozinho

Já mostrava que o milagre do nascer,

Do viver, do existir, outra vez aconteceu…

 Você é o milagre da vida,

Milagre da criação

Com Deus sim você vai crescer.

Pois Ele quem te fez nascer

 As crianças ocupam um lugar

Muito especial no coração do Pai,

Pois elas refletem pureza real.

 Filha, se você escolheu viver com o Papai do Céu, eu serei feliz pela sua escolha. Pode demorar um pouco, mas vamos conseguir aceitar.

A única coisa que ficará para sempre é que seremos eternamente seus pais e você eternamente nossa filha amada e desejada. Nunca ninguém ocupará o seu lugar em nossos corações.

Adeus filha amada…